Pular para o conteúdo principal

Nosso mais novo artigo

ANIMES ON DEMAND

A GUERRA DOS STREAMING

O anúncio feito pela distribuidora de mídia asiática oriental Funimation Productions no dia 3 de Julho, durante FunimationCon 2020, consolida a era dos animes on demand e atinge os fãs brasileiros com êxtase e preocupação. A empresa americana fundada por Gen Fukunaga (ainda atual presidente) e sua esposa Cindy Fukunaga em 1994 é especializada em dublagem e distribuição de conteúdo asiático, com foco em animes. Inicialmente sua rede se estendia aos EUA e Canadá com a distribuição de diversos títulos conhecidos mundialmente como: Dragon Ball, One Piece, Cowboy Bebop , Akira e Attack on Titan. Entre idas e vindas, vendas e compras de ações, em 2017 a Sony Pictures adquiriu parte majoritária da Funimation e deu início a um ousado conglomerado mundial de animes. FUNIMATION GLOBAL GROUP
Imagem: Divulgação

No final do mesmo ano foi anunciado a consolidação de um empreendimento em conjunto composto por: pelas subsidiárias Funimation, Madman Anime Group/ Animelab e Wakani…

O ESPÍRITO FEMININO NOS MANGÁS

PERSONAGENS E SUAS "MÃEGAKAS"


Imagem/Divulgação


Ainda em homenagem ao 8 de Março, dia das mulheres, segue breve lista de ilustres Mangakás e os personagens que mais se destacaram através de suas obras, dentro e fora do Japão. Embora curiosamente o gênero de mangás voltados ao universo feminino tenha sido criado primeiramente por um homem, foi através da conquista de espaço que as mulheres melhor representaram o gênero que transcendeu a barreira mercadológica, conquistando fãs de todos os sexos e idades. Ao longo dos anos essas personalidades ganharam espaço no mercado editorial japonês através de seu talento e alma expressas nos personagens e enredos. Atualmente o trabalho das Mangakás se estende para além do gênero Shoujo e Josei (voltados a mulheres), produzindo grandes obras em todos os tipos de mangás, para os mais diferentes públicos. 

 Fica a dica de leitura e vamos a lista: 


Hiromu Arakawa - Alphonse/Edward Full Metal Alchemist 

Imagem/Divulgação

Encabeçando a lista temos Edward e Alphonse, os irmãos de Full Metal Alchemist. Estes personagens comoveram o público com sua jornada em busca da pedra filosofal no objetivo de recuperar seus corpos após terem realizado um ritual alquímico proibido na tentativa de ressuscitar a mãe morta. Os personagens reúnem características marcantes da cultura pop, o semblante triste e cômico em suas expressões se mescla com o peso que carregam de seu pecado e busca por redenção. O forte senso de justiça de ambos os colocam frente a situações e conflitos éticos que tocam em questões existenciais, testando a todo momento a perseverança e fé dos jovens meninos. Para completar a dinâmica de fraternidade entre os irmãos emociona e reforça a importância dos laços familiares. Curiosamente Hiromu é um pseudônimo adotado pela autora, cujo nome é Hiromi, ela manteve o prefixo Hiro, substantivo masculino, pois teve receio que sua obra fosse boicotada pelo fato de ser mulher. No fim os elementos sobre Alquimia presentes na série e a trama conspiratória militar acabou por ser a fórmula perfeita para que sua criação fosse considerada por muitos o melhor enredo de animes e mangás já feito, marcando a serie como fenômeno mundial. Recentemente Hiromu  ilustrou a obra recém lançada no Brasil, A Heroica Arslan publicada pela editora JBC em 2020. 

CLAMP - Sakura/Sakura CardCaptors

 
Imagem/Divulgação

O quarteto formado atualmente por 4 mangakás: Nanase Ohkawa, Mokona, Tsubaki Nekoi e Satsuki Igarashi, se tornou famoso por suas obras no universo Shoujo de mangás. O grupo surgiu de forma independente nos anos 80 e cresceu até se tornar uma editora. Dentre os seus diversos sucessos Sakura se destaca como um ícone da CLAMP. Sakura é uma menina doce tipicamente normal, estuda para ser uma boa aluna, mantém amizades, se envolve em romances platônicos e situações cotidianas. Tudo seria habitual se não fosse pelo fato da personagem acidentalmente abrir um livro misterioso que contém 52 cartas, despertando entidades mágicas com poderes cósmicos, que levam caos a toda cidade. Sakura então recebe a missão de aprisionar novamente esses seres. Para isso conta com a ajuda de um ser mágico chamado Kerberos o guardião das cartas, que a ensina a usar magia para cumprir sua missão. No meio de toda essa trama cósmica ainda está presente os dramas e desafios de uma adolescente que está amadurecendo. A tímida menina cereja fez tanto sucesso que seu Anime ganhou um remake no ano de 2018.

Rumiko Takahashi - Inuyasha/ Inuyasha 

Imagem/Divulgação

Inuyasha é um personagem já muito conhecido dos fãs de animes e mangás no Brasil, o protagonista da serie que leva seu nome é meio humano e Yokai (seres sobrenaturais), por esse motivo não é bem aceito por nenhum dos lados. Seu temperamento forte e teimoso como de um cachorro selvagem contrasta em parte com seu lado heroico cheio de valores, ao longo da historia sua aproximação com a humana Kagome Higurashi  o faz desenvolver seu aspecto emocional e dócil. Embora seja forte Inuyasha ainda apresenta  uma serie de características imaturas de uma criança rejeitada que busca seu local no mundo. Seus cabelos longos e prateados junto a sua indumentaria vermelha fortalecem o visual inovador e destacado do jovem menino cachorro. Rumiko é também autora de Ranma½  outra icônica historia do universo dos quadrinhos japoneses. A mangaká é uma das mais ricas do japão e já recebeu diversos prêmios, dentre estes o Inkpot Award, criado pela San Diego Comic-Con destinado aos melhores profissionais de HQ e animação. Em 2019 levou a premiação do Festival d'Angoulême e continua firme e forte na produção de suas obras originais. 

Naoko Takeuchi - Serena Tsukino/ Sailor Moon 

Imagem/Divulgação

Tsukino é uma personagem inocente e doce de 14 anos, que encontra com uma gata falante que se revela uma guerreira mágica que tem a missão de salvar o mundo. A mesma encarrega a protagonista de reunir as princesas da lua, guerreiras Sailor Moon para o embate contra as forças do mal. A obra é a mistura perfeita do gênero Shoujo e as séries estilo Super Sentai(o mais conhecido é Power Ranger no Brasil) além de traços da mitologia grega e romana. Difícil não amar a ingenuidade e personalidade engraçada de Serena a jovem dos cabelos que se assemelham a macarrão. A autora, Naoko Takeuchi já se envolvia com criação de mangás desde o ensino fundamental onde participava do clube de astronomia e desenho. Ela gostava das séries estilo Sentai, de onde surgiu sua inspiração. Ela comenta que criou a obra Sailor Moon para estimular as meninas que passam pela difícil fase da adolescência no colégio. Nada melhor do que colegiais lutando contra o mal para elevar os ânimos.


Ai Yazawa - Nana Osaki e Nana Komatsu/ Nana 

Imagem/Divulgação


Nana é um mangá Josei, para mulheres adultas e conta a história de duas garotas que se encontram em um trem rumo a Tóquio. Coincidentemente ambas têm o mesmo nome Nana. Por obra do destino e após uma série de coincidência eles se tornam amigas e passam a morar juntar. As amigas têm personalidades e temperamentos totalmente opostos, uma  é Punk Rockeira e a outra uma ingênua sonhadora apaixonada, a história se desenrola em um emaranhado de sonhos, amores e amizades. Yazawa começou sua carreira em 1985 tendo publicado diversas obras famosas, que se mantiveram por um período como os mangás mais vendidos no Japão. Por 15 anos consecutivos escreveu séries para a revista Ribon. Suas obras são voltadas ao público feminino. 

Shiori Teshirogi - Cavaleiros de Ouro/Lost Canvas 

Imagem/Divulgação

Lost Canvas é uma série derivada do universo de Cavaleiros dos Zodíaco que conta a história da guerra santa anos antes dos eventos da obra original. Embora não seja considerado canônico os cavaleiros de ouro como apresentados ao longo da obra são incrivelmente bem desenvolvidos em seu enredo, que aborda todos os 12 cavaleiros como protagonistas em algum momento da serie. É impossível escolher entre tantos qual o melhor personagem, pois cada um tem fortes características e representam fielmente os signos dos zodíaco. O arco é tão bom que é considerado por muitos melhor que a própria série original. Teshirogi é fã assumida de Cavaleiros dos Zodíaco, e após ter a chance de mostrar seu trabalho para Masami Kurumada(autor da série original) foi selecionada para trabalhar no spin-off Lost Canvas. O próprio Kurumada a aconselhou em eventos chave da série, entretanto toda criação e vida dos personagem foi em grande parte da autoria de Shiori. Em março de 2017, ela foi escolhida para produzir um mangá da Liga da Justiça que já se encontra disponível no Brasil em sua 1ºedição pela editora Panini. 

  Koyoharu Gotouge - Nezuko/Kimestu no Yaiba

Imagem/Divulgação

Por fim a mais recente obra da lista, ainda em publicação, Kimetsu no Yaiba, que quebrou recorde de vendas no ano passado. É quase impossível acompanhar a história  e não se apaixonar pelo carisma da personagem Nezuko. Embora não seja a protagonista principal, o enredo acaba se sustentando por sua presença. Após ser á única sobrevivente da família após o ataque de um Oni (demônio na cultura japonesa), Nezuko acaba por ser transformada neste ser que se alimenta de humanos. Seu irmão Tanjirō, que não estava presente no momento do ataque, parte então em jornada para recuperar a humanidade de sua irmã. A personagem embora transformada em demônio mantém sua bondade e força de vontade, não atacando humanos e auxiliando seu irmão em suas batalhas. O visual “fofo” e infantil de uma jovem menina se une ao olhar predatório e ameaçador de um animal amordaçado e preso em uma caixa, pronto para avançar em seus inimigos. Kimetsu é a primeira serialização de Gotouge e foi baseado em seu primeiro trabalho Kagarigari apresentado 70º Jump Treasure Newcomer Manga Awards em 2013.


O que acharam da lista? Coloque sua opinião, qual próxima lista gostaria de ver? 

Comentários

Postagens mais visitadas